domingo, 6 de maio de 2012

Um vazio.

É ruim demais se sentir sozinha, parece que você não tem com quem contar e por mais que você tenha os seus amigos por perto e que eles continuem sendo importantes, parece que não é o suficiente, você continua se sentindo abandonada, como se não tivesse ninguém com/por você.
Aí o sentimento que você passa a ter é um misto de tristeza com aflição, é um medo inexplicável, que só você consegue entender. E depois de pensar por horas a respeito disso, você começa a achar que está ficando louca e precisa urgentemente procurar um especialista, porque esse tipo de coisa não é normal.
Espero que isso seja só uma fase, deve ser não é mesmo?
Afinal, sempre parece faltar algo aqui e dessa vez parece que falta uma parte de mim.

terça-feira, 1 de maio de 2012

Voltando

E faz algum tempo que eu venho tendo essa vontade louca e insistente de escrever sobre algo que eu nem sei o que é. Eu até pensei em falar sobre tudo que aconteceu durante esse tempo que eu fiquei longe do meu blog, mas na real, ninguém ia se importar em ler. Alias, ninguém vai ler isso aqui mesmo.
Eu perdi o jeito, não sei mais como funciona, mas espero logo voltar a escrever como antigamente.
Acho que é isso, meu 'eu' não se encontrou ainda, por isso fico por aqui.

quinta-feira, 19 de maio de 2011



"você cresce, não tem mαis bochechαs fofαs, não é mαis α queridinhα dα vovó, não é mαis α princesinhα do pαpαi e αté o pobre do bicho pαpão te αbαndonα. você perde os αmigos imαginários, não vive mαis cercαdα de pessoαs querendo te mimαr e fαzer suαs vontαdes. você não pode mαis simplesmente chorαr prα não ir nα escolα, não pode mαis morder αs professorαs quαndo se irritα e nem ser mαu educαdα e dαr desculpαs de que é muito criαnçα prα entender que certαs pαlαvrαs mαgoαm. ninguém te põe prα dormir contando as historinhas preferidas. você perde todαs αs regαliαs e pαssα α ser responsável pelo que cαtivou. você não brincα mαis de bonecα, você não tem mαis elαs prα destruir e pintαr cαbelos. todos os seus lápis de cerα e brinquedos sumirαm e derαm lugαr α grαndes e grossos livros! você cresce. você αprende, você errα .você ganha!"

segunda-feira, 2 de maio de 2011


Naquele momento em que nossas mãos se encontram, aquele arrepio sem fim. Tudo se transforma de uma maneira maravilhosa quando vejo que você está me olhando com aquele olhar de "quero você pra mim". É um sentimento sem igual, uma sensação de que o mundo gira mil vezes mais rápido do que o normal e tudo começa a fazer sentido quando você me abraça e eu não me importo se for só por um segundo.
Eu sei que é só por um momento, um momento chamado eternidade, tudo o que eu sinto, tudo o que você sente. Juntando tudo não cabe num livro, não cabe num poema, não cabe num filme, é maior do que qualquer coisa desse mundo e até o infinito é pouco para o que sentimos. E é tão bom sentir isso, esse sentimento chamado amor. Não há outra forma para descrever isso, é assim e pronto e, você melhor do que ninguém sabe que isso é verdadeiro e pra sempre. Sim, o pra sempre existe e eu acredito nele.

quarta-feira, 20 de abril de 2011


Ela evita se apaixonar. Ela não é a pessoa mais popular do mundo, e ainda agradece por isso. Ela não cuida de seus cabelos toda hora, não vai no salão toda semana, não gosta de salto alto, prefere ficar em casa do que ir a festas. Ela gosta de frio, gosta de ler livros e ainda gosta do mistério. E quem é ela? Eu.

terça-feira, 12 de abril de 2011


Quantas vezes você já não pensou em desistir, já não pensou em fugir e deixar tudo para trás? E quantas vezes já não te disseram pra enfrentar tudo de cabeça erguida? E se você já não tiver mais forças para agüentar a sua própria cabeça?

Seus pensamentos vão acabando com você, sua vontade de futuro vai te deixando pra trás e quanto mais você imagina como vai ser daqui a 10 anos, mais o tempo demora pra passar.

E é a partir desse momento que você vai se sentindo perdido no meio de todo mundo e aquela única pessoa que poderia te dar força nem existe mais. Você tem sede, você tem fome, você tem sonhos.

E tudo o que você quer é sair dali com vida, você só quer outra vida.

Daí então, você percebe que a única coisa que você pode fazer é esperar...